“…Que cada um seja muitos! Basta de ser para si a primeira pessoa do singular de qualquer pronome ou verbo. Sejamos a Pessoa Absoluta do Plural Incomensurável. … Ser heroe é ser tudo num só acto de vida! Queiramos mais! Queiramos ter o heroísmo! Queiramos mais!”

Trecho do livro Prosa de Alvaro de Campos (Fernando Pessoa)