Educação e conhecimento

“Aprender é um movimento não ancorado no conhecimento. Se está ancorado, não é um movimento. A máquina, o computador, estão ancorados. Esta é a diferença básica entre o homem e a máquina. Aprender é estar vigilante, ver. Se você vê com base no conhecimento acumulado, então o ver é limitado e não há coisa nova no ver… Nossa educação é a obtenção de um volume de conhecimentos, e o computador faz isso mais rápido e mais acuradamente. Que necessidade há de tal educação? As máquinas irão encarregar-se da maioria das atividades do homem. Quando você diz, como as pessoas dizem, que aprender é a obtenção de um certo volume de conhecimento, nesse caso, você está negando — não está? — o movimento da vida, que é relacionamento e comportamento”

cf. KRISHNAMURTI, Jiddu (1972) em “A única revolução” — originalmente intitulado “A outra margem do caminho”, organizado por Mary Lutyens — São Paulo: Terra Sem Caminho, 2002).”

“Se você acha educação cara, experimente a ignorância.”

:: Derek Bok :: , ex-reitor de Harvard

A instrução pela Imagem

“A imagem melhor instrui sobre os mistérios da fé do que o sermão, pois o que se vê estimula mais os afetos e a memória do que o que se ouve”

::São Boa Ventura :: , 1270

Exposição DEUSES E MADONAS – A ARTE DO SAGRADO no MASP