A grande beleza

“Finisce sempre così. Con la morte. Prima, però, c’è stata la vita, nascosta sotto il bla bla bla bla bla. È tutto sedimentato sotto il chiacchiericcio e il rumore. Il silenzio e il sentimento. L’emozione e la paura. Gli sparuti incostanti sprazzi di bellezza. E poi lo squallore disgraziato e l’uomo miserabile. Tutto sepolto dalla coperta dell’imbarazzo dello stare al mondo. Bla. Bla. Bla. Bla. Altrove, c’è l’altrove. Io non mi occupo dell’altrove. Dunque, che questo romanzo abbia inizio. In fondo, è solo un trucco. Sì, è solo un trucco.”
“Sempre termina assim. Com a morte. Mas primeiro, houve a vida, escondida sob o bla bla bla bla bla. Tudo é sedimentado sob a trepidação e o ruído. O silêncio e o sentimento. A emoção e o medo. Os escassos inconstantes flashes de beleza. E então a desolação desgraçada e o homem miserável. Todos enterrados sob a cobertura da vergonha de estar neste mundo. Bla. Bla. Bla. Bla. Em um outro lugar, há um outro lugar. Eu não me envolvo desse outro lugar. Por isso, que este romance tenha início. No fundo é apenas um truque. Sim, é apenas um truque.”
Filme “La Grande Bellezza” de Paolo Sorrentino
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: