Para não fazer o que não quero, preciso antes me libertar da pessoa que imaginam que sou.

Até logo …

Gosto de ‘até logos’. 
Gosto do comodismo da solidão.
 Gosto da segurança de pensar que é tudo passageiro.
 Gosto do novo. 
Gosto do anonimato. Sou dos que vão … Mas que, às vezes, ficam…
Às vezes.

Ubuntu

ubuntu

Um antropólogo fez uma brincadeira com as crianças de uma tribo africana. Ele colocou um cesto cheio de frutas junto a uma árvore e disse para as crianças que o primeira que chegasse na árvore ganharia todas as frutas. Dado o sinal todas as crianças juntarem-se e sairam para chegar ao mesmo tempo. Então sentaram-se juntas para aproveitar da recompensa. Quando o antropólogo perguntou porque eles haviam agido desta forma, sabendo que um deles poderia ter todos os frutos para si, eles responderam: “Ubuntu, Como um de nós pode ser feliz se todos os outros estiverem tristes?”

UBUNTU na cultura Xhosa significa: “Eu sou porque nós somos”.

O SEU TIPO DE PERSONALIDADE

http://www.16personalities.com/br/resultados

O SEU TIPO DE PERSONALIDADE É: “ATIVISTA” (ENFP-A)

– MENTE – ExtrovertidoIntrovertido 51%
– ENERGIA – IntuitivoObservador 14%
– NATUREZA – PensanteSentimento 37%
– TÁTICAS – JulgadorExplorador 41%
– IDENTIDADE – AssertivoCauteloso 13%

“Não me interessa o que você faz da vida. Quero conhecer os seus desejos – e se você permite-se sonhar em sucumbir aos anseios do seu coração. Não me interessa a sua idade. Quero saber se você arriscára parecer um tolo – por amor – pelos seus sonhos – pela aventura de estar vivo.” Oriah Mountain Dreamer

Mais

A soma de todos os afetos

Um repórter perguntou à poeta Cora Coralina o que é viver bem. Ela lhe disse:

“Eu não tenho medo dos anos e não penso em velhice.
E digo pra você, não pense.
Nunca diga estou envelhecendo, estou ficando velha. Eu não digo.
Eu não digo que estou velha, e não digo que estou ouvindo pouco.
É claro que quando preciso de ajuda, eu digo que preciso.
Procuro sempre ler e estar atualizada com os fatos e isso me ajuda a vencer as dificuldades da vida. O melhor roteiro é ler e praticar o que lê.
O bom é produzir sempre e não dormir de dia.
Também não diga pra você que está ficando esquecida, porque assim você fica mais.
Nunca digo que estou doente, digo sempre: estou ótima.
Eu não digo nunca que estou cansada.Nada de palavra negativa.
Quanto mais você diz estar ficando cansada e esquecida, mais esquecida fica.
Você vai se convencendo daquilo e convence os outros. Então silêncio!
Sei que tenho muitos anos. Sei que venho do século passado, e que trago comigo todas as idades, mas não sei se sou velha, não. Você acha que eu sou?
Posso dizer que eu sou a terra e nada mais quero ser.
Filha dessa abençoada terra de Goiás.
Convoco os velhos como eu, ou mais velhos que eu, para exercerem seus direitos.
Sei que alguém vai ter que me enterrar, mas eu não vou fazer isso comigo.
Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes.
O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade.
Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça.
Digo o que penso, com esperança.
Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor.
Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende.
Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.”

Teoria das pessoas complexas

Haddock Lobo, 1164, apartamento 53, ano de 2015, quinta-feira, 10h30 da noite. Luz fraquinha do abajur iluminando a sala grande e “desmobiliada”. Perto da janela, a congregação das teorias de mesa de bar confabulando sobre a vida de forma geral e sobre os relacionamentos.

M. diz que gosta de seu emprego em SP, que ama a cidade e suas possibilidades. Mas diz que também gostaria de viver em outro lugar, de outra forma, fazer outras coisas. Não sabe o que quer, mas acha que sabe o que não quer. Acredita que o amor existe, mas não tem nada a ver com essa coisa de novela ou de cinema. E fica triste quando nota que a maior parte dos casais que a rodeiam são infelizes e só estão juntos por comodidade.

Mais